?

Log in

No account? Create an account
Betynha
10 March 2011 @ 09:46 am
Eu vi este meme em algum canto da blogosfera. Acho que foi no Livros e Afins, mas oficialmente surrupiei do jorge_leberg . Vamos lá!

1 – Existe um livro que você leria muitas e muitas vezes sem se cansar? Qual?

Acho que não. Ler um livro várias vezes é bom pra reviver o gosto bom que foi lê-lo na primeira vez, mas não acho que haja um livro que eu pudesse ler várias vezes sem cansar. Contudo, se tivesse de nomear um, este seria A insustentável leveza do ser do Milan Kundera.

2 – Se você pudesse escolher apenas um livro para ler o resto de sua vida, qual escolheria?

Essa pergunta é desesperadora! D:
Não queria fazer uma escolha, mas se fosse forçada a fazê-lo talvez a obra completa da Jane Austen.

3 – Indique um livro para que os outros possam ler.

O mundo de Sofia Jostein Gaarder. Estou lendo no momento e é o tipo de leitura cativante, inteligente e não cansativa. Sinceramente, acho que levei tempo demais para descobrir e apreciar esse livro. Ainda bem que a Jé (aka soliloquioadois ) deu aquela incentivada, né? Sempre falando sobre o livro e talz, o que acabou despertando minha curiosidade (sim, eu confio no gosto literário da sis, oras! u_u).

4 – Indique 10 blogs para responder este meme.

Vou indicar o Listas literárias e o Livros e Afins porque são os dois que eu mais frequento ultimamente.

5 – Linke o blog que te indicou.

Então, como disse antes foi no LJ do Jorge, então o link já está ali no começo.


É isso, espalhem o meme e façam também! :D

Tags: ,
 
 
Mood:: calmcalm
 
 
Betynha
24 February 2011 @ 11:54 am
Olha eu de volta!

Então, com base em um post do Maníacos por Séries, eu criei meu top 10 de episódios de Fringe. O de lá é um top sobre os casos. Eu decidi fazer um top geral, pq na maioria dos casos, a bizarrice impera então é difícil escolher esse ou aquele.

Clique aqui e veja quais os meus favoritos.Collapse )


Melhor série da atualidade... ~fatão
 
 
Mood:: calmcalm
 
 
Betynha
07 February 2011 @ 12:13 pm
ou porque eu leio de tudo no fandom.


De volta às atividades LJnescas (-q).

Anyway, a ideia para este post nasceu depois de uma prosa curta com a Viviane Barreda lá no twitter. Então, clica ali nas confissões e saiba o que eu tenho a dizer...

Confissões...Collapse )
 
 
Mood:: relaxedrelaxed
Ouvindo:: Maroon5 - Out of Goodbyes
 
 
Betynha
No sábado, durante o horário de almoço, enquanto estava batendo perna no Pátio Brasil antes de almoçar e ter de voltar pro cursinho passei na Saraiva (aka perdição, como diz Drummond) e me deparei com essas duas obras:


1- Selected works of Virginia Woolf


Li Virginia Woolf uma única vez na facul e desde então me tornei grande fã dela, mas como nunca achei edições decentes dos livros dela, resolvi esperar o momento certo pra adquirir algumas obras. Então, enquanto estava só olhando as prateleiras na Saraiva, eis que esse exemplar pipoca bem na minha frente. Como é possível ver, são oitos obras diferentes. Capa vermelha e borda das páginas vermelhas também... é linda a edição, embora um pouco frágil. Mesmo assim, não pensei duas vezes antes de pegar depois que vi o preço... um choque de tão barato! :O
Agora ele está lá, na minha lista de "to be read". <3


2- Antologia Poética - Pablo Neruda



Quem me conhece, por pouco que seja, sabe o quanto eu gosto de poesia e o quanto eu sou devota de Carlos Drummond de Andrade, Vinícius de Moraes e outros tantos poetas. Mas eu fiquei mais apaixonada ainda pela arte do verso quando descobri Pablo Neruda (cujo verdadeiro nome é Ricardo Eliécer Neftalí Reyes Basoalto). Ele é tão diferente dos meus brasileiros favoritos... tem uma intensidade única e a maneira como trata a palavra inserida no verso é sublime, é como se fosse possível sentir que cada letra que forma cada palavra montasse, no fim, uma colcha de retalhos, mas aveludada ao toque. Ele é um gênio. Não me admira ter ganhado o Nobel de Literatura em 1971, é um daqueles que alguém não pode simplesmente contestar, mesmo que não goste do autor.


Acho que essas duas aquisições foram das mais felizes da minha vida! <3
 
 
Mood:: naughtynaughty
 
 
Betynha
04 November 2010 @ 06:04 pm
Num domingo de novembro de 2005 (não sei precisar qual exatamente), eu fiquei em casa com a minha prima enquanto todo mundo foi pra casa de uma outra prima celebrar o niver dela (inclusive minha mãe!). Naquela noite, o SBT ia transmitir Harry Potter e a Pedra Filosofal. Como eu não tinha o que fazer e assistir o Fantástico não era alternativa viável, eu resolvi assistir ao filme do bruxo mesmo...

Bom, não me arrependo até hoje. Desde então eu tenho vivido intensamente essa vida de Potteriana. Conheci pessoas fantásticas, outras nem tanto. Gostei muito de umas, detestei outras, mas tudo foi tão intenso e tão bom que eu realmente não tenho do que reclamar, não tenho como dizer que isso ou aquilo foi ruim (tá excluam as demissões em massa lá no GP!). Até aqui, tem sido uma jornada única e inesquecível, um marco na minha vida.

Não acompanhei o boom HP no mundo e na faculdade ouvi meu professor de teoria literária dizer que Harry Potter era literatura para gente com pouco cérebro. À época eu o apoiava, baseada apenas no que ele dizia e disso eu me arrependo, porque depois de terminar de ler 'O enigma do Príncipe' eu me dei conta de que ele não poderia estar mais errado, e graças a Merlin eu me permiti ler a história do Menino que sobreviveu. "Curiosity got the best of me!" É isso que eu sempre leio em fics e nesse contexto me serve muito.

Agora estamos nos aproximando do fim da saga, cinematograficamente falando. Ao mesmo tempo em que me sinto profundamente ansiosa para ver ambas as partes o quanto antes, eu quero tanto que o dia 19 de novembro e 15 de julho de 2011 não cheguem logo. Tenho uma sensação estranha de um vazio que me completa todas as vezes que eu penso que está tudo muito perto do fim. Não sei como vou reagir, embora tenha afirmado algumas vezes que vou chorar muito ao assistir as duas partes, não nego, mas não sei como será depois que os créditos aparecerem e a gente se der conta de que o "All was well" é o verdadeiro último suspiro da franquia de livros/filmes que mais lucrou no mundo nos últimos tempos.

Na verdade, para mim especialmente, a série Harry Potter vai muito além dos livros e dos filmes. Vai além até das fics e dos dias e noites perdidos pensando e organizando plots, diálogos e narrativas. Harry Potter, hoje, representa uma vida que eu não imaginava ter há 5 anos, quando o conheci.

Por isso, agradecerei até o fim dos tempos o fato de a JK Rowling ter sido generosa o suficiente para dividir o brilhantismo do mundo fantástico dos bruxos conosco. Vou agradecer por ter divido conosco um pouco de sua genialidade solidária e incontestável.

Já sinto saudades do que sequer começou, mas mesmo assim, pressinto que Harry Potter vai ficar anos e anos unindo pessoas mundo afora, com fez comigo e todos os meus amores do coração que conheci no fórum Grimmauld Place, no Orkut, na PotterHeaven, no twitter...

A vida é boa, mas ela ficou um pouco melhor no dia em que a gente deixou a mágica encantar nossos dias.
 
 
Mood:: happyhappy
Ouvindo:: John Williams - Harry's Wondrous World
 
 
 
Betynha
03 September 2010 @ 11:30 am
10. Livro que abalou algumas de suas crenças, valores e/ou ideais.


A Divina Comédia - Inferno / Dante Alighieri.
Sim, o livro do Inferno da Divina Comédia me deixou muito shaken. Quero dizer, não é por ser uma descrição do inferno, mas como ele acaba listando pessoas que supostamente seriam santas, como bispos, matriarcas e figuras importantes da história e outras pouco conhecidas, mas com uma vida supostamente 'santa'. E é muito sério que eu cheguei a passar mal em alguns trechos de tão pesado que é ler alguns dos castigos eternos. Isso dá medo e faz a gente repensar em nós mesmos e nas nossas atitudes, de modo que, caso o inferno realmente exista (oi, tô pensando nos céticos aqui, ok?), possamos evitar tantas coisas horríveis.
Tags: ,
 
 
Mood:: nostalgicnostalgic
Ouvindo:: Janis Joplin - Piece of my heart
 
 
Betynha
01 September 2010 @ 11:07 am
9. Livro cujo desfecho mudaria.


Amo esse livro, acho que é um dos meus favoritos do Machado, mas eu não curti o fim justamente porque ele foi conivente com o movimento romântico. Ele tinha tudo pra mudar e ser diferente do comum, mas como o grande Machado ainda estava em formação, eu perdoo, mas se eu pudesse Helena e Estácio não teriam tido o fim que tiveram.
Tags: ,
 
 
Mood:: pensivepensive
Ouvindo:: Backstreet Boys - Everybody
 
 
Betynha
30 August 2010 @ 11:26 am
8. Livro com adaptação cinematográfica digna.


Amor! Amor puro esse filme e o livro, ÓBVIO!

Ainda bem que eu o vi depois de ler o livro, porque eu ainda acho que essa adaptação fez jus à história que se lê. Obviamente, não é perfeita, mas a gente sabe que dentre todas as possibilidades, o roteirista e o diretor fizeram um bom trabalho ao não ceifar do filme alguns acontecimentos primordiais do livro. Fora que eu amodorei a Keira como Elizabeth e o Matthew como Darcy. Aliás, não importa quem dê vida a ele, Mr. Darcy é tudo de bom e um pouco mais. (L)
Tags: ,
 
 
Mood:: anxiousanxious
 
 
Betynha
27 August 2010 @ 10:30 am
7. Livro com um personagem com o qual se identifica muito.

Harry Potter e o Cálice de Fogo



CdF tá no meu top 3 dos livros da série por várias razões, mas aqui eu me identifico muito com o Ron, principalmente quando ele acha que foi deixado de lado pelo Harry. É uma coisa que eu tenho que melhorar, porque usualmente eu imagino isso, que as pessoas me excluem ou fazem algo do tipo. Como se eu não tivesse lá minha importância. Punk, mas eu me solidarizei com o Ron, embora soubesse que o Pottah não fez nada para que ele se sentisse dessa maneira, né?
Tags: ,
 
 
Mood:: boredbored
Ouvindo:: Leona Lewis - Bleeding love
 
 
Betynha
26 August 2010 @ 10:34 am
6. O primeiro livro que comprou.

Eu tive outros livros antes, óbvio, mas esse foi o primeiríssimo que eu comprei com meu money. Foi lindo!
Li em questão de uma semana mais ou menos. Tenho um carinho e um ciúme meio grande demais por esse livro, tanto que não o empresto nem pros parentes. :P
Agora só me falta o de contos, que eu quero dê o que der! :D
Tags: ,
 
 
Mood:: okayokay